Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Início do conteúdo da página

Como Publicar

 

NORMAS DA EDUFRB PARA SUBMISSÃO DE ORIGINAIS

 

 Procedimentos para submissão de originais à Editora da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia.

 

 1.    PREPARAÇÃO DE ORIGINAIS

Formatação: O texto deve estar de acordo com as normas da ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas) e deve ser entregue à Editora uma versão em papel e em CD contendo todas as informações necessárias, inclusive  textos de capa (quarta capa e orelhas), imagem para a arte da capa.  O formato das laudas deve ser:  tamanho papel A4;  uma face, fonte Times New Roman, corpo 12; entrelinha 1,5. Todas as páginas devem estar numeradas.

As folhas devem apresentar margem esquerda e superior de 3 cm; direita e inferior de 2 cm. A margem superior da página do título [abertura] de cada capítulo deve ser de 5 cm., verticais [com o limite de 3 toques verticais de espaçamento de1,5]. As aberturas de capítulos devem ser escritas com fonte 14, em caixa alta em negrito; as secundárias serão feitas com fonte 14 em caixa alta normal, as terciárias em fonte 14, com a primeira letra maiúscula e o restante das letras minúsculas exceto se houver nomes próprios na palavra seguinte e será grafado em negrito o título todo (vide no presente manual). Cada abertura das divisões secundárias e terciárias terá o dobro de espaçamento vertical usado no texto. A margem esquerda das transcrições longas i.é., as citações acima de três linhas [citações ipis litteris] deve ser de 4 centímetros a partir da margem esquerda escrita com fonte 10 e espaçamento simples, separada por dois espaços verticais do texto (infra trataremos sobre citações).

Observação: Os originais não devem ultrapassar 250 páginas em Word.

Conteúdo: os originais resultantes de teses e dissertações devem ser redigidos e estruturados sem os elementos que caracterizam o trabalho acadêmico, desnecessários e mesmo impróprios na editoração de um livro, visando a dar fluidez ao texto. Ex.: abstract, longos agradecimentos, muita subdivisão em seções e subseções (numeração progressiva), repetição de conceitos, reprodução da metodologia, excesso de citações, uso de remissivas no corpo do texto (ver capítulo tal, etc), redação personalizada pelo uso do pronome pessoal (seja na primeira pessoa do singular ou no plural majestático), entre outros. Este parágrafo constitui um elenco de orientações gerais, a título de recomendação, que agilizam a tramitação do processo.

Pé de página: deve ser utilizado preferencialmente para notas explicativas, endereços, aditamentos ao texto, mas não para referências bibliográficas (a não ser que o autor opte pelo sistema numérico de citação); Observe-se que a nota de pé de página não deve ultrapassar 10 linhas.

Sistema de citação recomendado: autor- data (NBR 10520/2002);

Citações literais: além da indicação do autor e ano da publicação, é indispensável indicar a(s) página(s) de onde foram retiradas; evitar que sejam numerosas e extensas;

Citações traduzidas de língua estrangeira: devem ser seguidas da expressão “tradução nossa” entre parênteses; caso a citação seja em língua estrangeira, sua tradução deve vir no pé da página, com igual identificação entre parênteses;

Referências bibliográficas: devem seguir a NBR 6023/2002;

Numeração progressiva recomendada: quando for imprescindível o seu uso, adotar até a seção terciária (ex.: 1.1.1);

Uso de itálico: a) títulos de livros, jornais, artigos, crônicas etc, bastando usar em maiúscula a primeira palavra (ex.: Gabriela cravo e canela; A casa das sete mulheres); b) palavras ou expressões estrangeiras (goal, american way of life), excetuando: – nomes de entidades (Library of Congress), empresas (Edizione Scientifiche Italiane), países (United Kingdom), pessoas (Claude Lévy-Strauss). Exceção: expressões latinas usadas no texto, segundo autorizam as normas da ABNT (ex.: et al. e apud), que devem figurar em redondo;

Uso de aspas: preferentemente, apenas para as citações curtas no corpo do texto, embora possam ser aplicadas em caso de neologismos ou de palavras e expressões que mereçam destaque (neste caso, usá-las com parcimônia);

Revisão: antes de dar entrada na solicitação de publicação, o autor deve proceder à revisão dos originais;

Desenhos: apresentá-los arte finalizados;

Fotos, gravuras e desenhos: Além de inserí-los no texto, deverá também enviar o arquivo em separado, no programa de origem; incluir numeração e legenda; As fotos devem ter alta resolução; autorização de veiculação assinada pelo autor; em caso de ilustrações retiradas de outras fontes, o autor deve apresentar a respectiva autorização do uso de imagem. Imagem para o layout da capa, caso o autor possua alguma, deve ser gravada em arquivo JPG ou TIF, com resolução de 300 DPI;

Observação: O uso de fotos, gravuras e desenhos coloridos só será permitido quando autorizado previamente pela Editora.

Autorização  – Todas as imagens, como fotografias, figuras e ilustrações, no livro, devem vir acompanhadas de “Autorização” de publicação do respectivo autor, para serem publicados. Salvo nos casos de obras de arte que já caíram em domínio público. Em obra coletiva, quando há um ou mais organizadores, estes deverão apresentar os termos de cessão de direitos de uso de texto em obra coletiva de todos os colaboradores que participam da coletânea.

 

Autores estrangeiros: o texto será mantido na língua original do autor e serão respeitadas as normas de referência do país de origem;

 

2.    ORIENTAÇÕES SOBRE COLETÂNEA ORGANIZADA

Cabe ao organizador(es) de uma coletânea de textos algumas tarefas básicas a serem cumpridas para que o livro seja  aceito e submetido à apreciação do Conselho Editorial  da EDUFRB, como as que se  seguem:

É necessário que os organizadores identifiquem um tema a ser trabalhado pelos colaboradores de maneira transversal, apresentando diversos olhares e perspectivas, sobre o assunto escolhido e que dê certa unidade ao produto final. Caso contrário, a obra perde os objetivos, assemelhando-se a um apanhado de vários textos isolados sem interligação entre eles.

O organizador(es) deve indicar aos autores que todos os capítulos (artigos dos colaboradores) obedeçam ao mesmo formato, no que diz respeito ao corpo, fonte e espaçamento entre as linhas (p.ex.: a fonte Times New Roman, o corpo 12, com espaçamento 1,5 deve ser adotado para o corpo do texto e espaçamento simples no corpo 10, com recuo de 4cm (quatro centímetros) nos trechos das citações. O título de cada capítulo deve ser digitado no corpo 14, em Caixa Alta [maiúsculas] em negrito).  Os títulos dos artigos/capítulos devem ter até 06 (seis) palavras no máximo.

A identificação do autor ou autores do capítulo deve seguir o mesmo padrão e o mesmo número de linhas. Os textos de cada um dos capítulos que vão integrar a obra devem ter entre 10 (dez) e 20 (vinte) páginas no máximo, incluindo-se as referências. O total de páginas da coletânea como um todo não podem ultrapassar o total de 250 páginas digitadas.

A digitação do texto na página, formato A4, deve seguir as margens do padrão da ABNT (As folhas devem apresentar margem esquerda e superior de 3cm; direita e inferior de 2cm. A margem superior da página de título [abertura] de cada capítulo deve ser de 5cm, verticais [com limite de três toques verticais de espaçamento de 1,5]). Quanto às referências, as normas da ABNT também devem ser seguidas.

A organização de cada capítulo dos colaboradores deve seguir um mesmo modelo, ou seja, se vai ter Introdução, Seções e se Considerações Finais ou Conclusões. Os intertítulos de cada seção devem ter de uma a três palavras no máximo e grafadas no mesmo corpo e fonte do texto (corpo 12), em Caixa Alta, em negrito. 

Antes de encaminhar os originais recomenda-se que seja feita uma revisão ortográfica e gramatical, pois a qualidade do texto é de responsabilidade de cada autor. O organizador(es) é o responsável direto pela obra  e apenas ele deve manter contato com a Editora para esclarecer dúvidas e ou para acompanhar o desenvolvimento da produção do livro.  Cada coletânea só pode ter no máximo 03 (três) organizadores, sendo que apenas um deles será o escolhido para os contatos com a Editora.

 

3.   ENTREGA DE ORIGINAIS NA EDUFRB

Enviar ofício ao Superintendente da EDUFRB, solicitando a apreciação por parte do Conselho Editorial;

Junto ao ofício, entregar duas (2) vias em papel (encadernadas com espiral),sendo uma (1) via sem dados que identifiquem a autoria ou organização da obra. Enviar também uma (1) via em mídia eletrônica (CD), incluindo o curriculum vitae resumido e formulário de identificação do(s) autor(es) e/ou organizador(es), todos os arquivos em Word;

Enviar o resumo da obra em Word (máximo de 40 linhas) e formulário de identificação do autor/organizador preenchido.

 

4.  PASSO A PASSO DO PROCESSO DE EDIÇÃO NA EDUFRB

Aprovação do livro pelo Conselho Editorial;

Não havendo solicitação de mudanças no texto por parte do parecerista, entregar o arquivo definitivo na Editora, obedecendo às NORMAS PARA PUBLICAÇÃO; neste momento, o autor preencherá a ficha de encaminhamento do livro para publicação;

Normalização e Revisão (revisores terceirizados pelo próprio autor deverão se reunir seguir as normas de estilo adotadas pela Editora). Concluído o processo  de revisão dos originais, a obra será encaminhada para orçamento e o autor será chamado para assinatura do contrato de edição do livro;

Projeto gráfico do livro – O designer gráfico é o responsável pelo projeto, definição de formato e outras especificações do livro. Elaborado o projeto, originais formatados e encaminhados para impressão, o autor, juntamente com um representante da Editora deverão marcar data provável para o lançamento, buscando sempre que possível algum evento importante da área; caso não haja, definir data de preferência do autor, em comum acordo com a Editora; a data definitiva só será marcada quando o livro estiver em fase de finalização;

O design da capa, quando fornecido pelo autor, passará por avaliação e aprovação da EDUFRB;

A título de direito autoral o autor ou organizador receberá 10% da tiragem. Caso o livro possua mais de um autor ou organizador a porcentagem é dividida entre o grupo.

O autor, organizador e colaborador poderá, a qualquer tempo, adquirir o livro na editora com 50% de desconto.

 

5.  COMERCIALIZAÇÃO E DISTRIBUIÇÃO

Os livros editados pela Editora da UFRB são vendidos na livraria da Editora no campus de Cruz das Almas e em algumas livrarias Universitárias que participam do PIDL – Programa Inter-Universitário de Distribuição de Livros, em outras livrarias comerciais e por meio de distribuidores comerciais com os quais a EDUFRB firme contrato neste sentido

São doados para as bibliotecas da UFRB e das universidade públicas baianas, e para as bibliotecas municipais do recôncavo. A EDUFRB participa de eventos locais, regionais e internacionais bem como de feiras de livros, ocasiões em que divulga as obras por ela editadas.

Todos os livros impressos pela EDUFRB são disponibilizados em PDF para download gratuito e podem também ser editados e/ou distribuídos, a critério da Editora, nos formatos de e-book, audiobook ou braile.

 

6.    ELEMENTOS INTEGRANTES DO LIVRO (NBR 6020/2002)

Algumas providências que devem ser providenciados pelo autor no encaminhamento dos originais. A organização do texto deve estar de acordo com a seguinte forma:

- Textos para orelha:

Sobre a obra ( máximo de 15 linhas).

Sobre a vida do autor ( máximo de 5 linhas). Normalmente o texto é acompanhado da foto do autor.

- Dedicatória, epígrafes e agradecimentos são opcionais ( máximo de 15 linhas).

- Sumário (deve retratar fielmente a estrutura da obra);

- Prefácio;

- Apresentação;

- Miolo (Corpo do texto);

- Referências;

- Pós-textuais: São considerados elementos opcionais: Posfácio, Glossário, Apêndice(s), Anexo(s) e Índice(s).

- Texto para contracapa ( máximo de 10 linhas).

 

7.   PROCEDIMENTOS PARA REEDIÇÕES E REIMPRESSÕES

O processo de reedição de uma obra esgotada inclui a revisão do texto, ajustes, mudanças, atualização e acréscimos para que se  caracterize como uma nova edição, incluindo mudança de capa e novo numero do ISBN.  A reimpressão de uma obra, por sua vez, não exige alterações, mantendo-se texto, capa e ISBN originais.

Para a reedição ou reimpressão  de uma obra compete ao autor(es)  encaminhar oficio á Editora da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia informando de seu interesse. Compete à EDUFRB solicitar Parecer ao Conselho Editorial, propondo reimpressão ou reedição da obra. 

  

8.   PROCEDIMENTOS PARA CO-EDIÇÕES

Compete à Editora da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia encaminhar propostas de co-edições com outras editoras e analisar indicação do autor (es) ou de setores interessados  em possíveis parcerias. Compete à EDUFRB encaminhar a proposta ao Conselho Editorial, além de administrar e acompanhar a produção da obra conveniada.

 

Fim do conteúdo da página