Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Início do conteúdo da página

Apresentação


Histórico


O curso de graduação em Engenharia Agronômica da atual Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB) está em funcionamento desde 1875, sendo o mais antigo do Brasil. Com a criação da UFRB em 2005, a partir do desmembramento da Escola de Agronomia da UFBA (Lei 11.151 de 29 de Julho de 2005), ampliou-se o quadro docente e novos cursos de graduação foram criados, abrindo também caminho para os de pós-graduação. A proposta para a criação do Curso de Mestrado em Recursos Genéticos Vegetais foi construída a partir da assinatura de um convênio de cooperação entre a UFRB e a Embrapa Mandioca e Fruticultura (CNPMF) em março de 2007. A proposta elaborada então previa a criação do curso de Mestrado em Mestrado em Recursos Genéticos Vegetais em associação ampla entre a UFRB e a Embrapa CNPMF, contando com a participação de 11 professores no quadro permanente, sendo 6 da UFRB e 5 da Embrapa, além de 2 professores colaboradores um da UFRB e outro da Universidade Estadual de Feira de Santana (UEFS). A proximidade entre as instituições e a complementaridade das linhas de pesquisa constituíram-se em importantes vantagens para a proposta. Esta foi integralmente aprovada pela CAPES em dezembro de 2007 e prevê o início das atividades do curso para o primeiro semestre de 2008. O curso de Pós-Graduação Stricto Sensu em Recursos Genéticos Vegetais da UFRB/Embrapa CNPMF é o segundo da Nordeste do Brasil, tendo como lastro a experiência de docentes da UFRB e de pesquisadores da Embrapa, tanto na pesquisa como no ensino de pós-graduação.
 
Objetivos

O curso de Mestrado em Recursos Genéticos Vegetais da UFRB/EMBRAPA tem por objetivo capacitar profissionais da área de ciências agrárias, ciências biológicas e correlatas em recursos genéticos vegetais. O profissional deverá obter conhecimentos teóricos e práticos sobre a complexidade da diversidade genética dos biomas da região nordeste, seu manejo, conservação e utilização, visando o uso racional e preservação do germoplasma.

Perfil do Profissional

O profissional deverá obter conhecimentos teóricos e práticos sobre a complexidade da diversidade genética dos biomas da região nordeste, seu manejo, conservação e utilização, visando o uso racional e preservação do germoplasma. O curso deverá proporcionar o desenvolvimento da capacidade crítica, ética e de metodologia científica para a geração e divulgação do conhecimento científico e da capacidade de buscar soluções para problemas relacionados à área de formação do curso. Os profissionais formados neste curso deverão atender à demanda por profissionais altamente qualificados, frente aos novos desafios preservação ambiental, principalmente, mas não limitados ao Estado da Bahia e regiões Norte e Nordeste.
registrado em:
Fim do conteúdo da página